Newsletter - dezembro 2011

 

Informações

 

Projeto Transporlis em Lisboa;

foto1dezembro.jpgNa área Metropolitana de Lisboa, as empresas de transporte criaram um sistema de informação multimodal on line, o Transporlis, no qual é possível calcular ou definir percursos e respetivos meios de transporte a utilizar, tempos de viagem, transbordos a fazer ou mesmo que bilhetes é necessário pagar. Este simulador não se restringe apenas ao metro ou aos autocarros, podem também ser incluídas nas simulações, viagens de elétrico, barco ou comboio e relacionar tudo com horários de chegada/partida dos voos do Aeroporto de Lisboa.  Ir para o site

 

GIS Day – Açores;  

foto2dezembro.jpgO GIS Day foi comemorado em Ponta Delgada, no passado dia 16 de novembro no Auditório do LREC, num evento organizado pela Direção de Serviços de Cartografia e Informação Geográfica, aberto a todos os interessados e que contou com a presença de alunos, técnicos, empresas e de vários departamentos do Governo Regional.
No discurso de abertura das comemorações, o Secretário Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos referiu a utilidade e importância dos Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na atualidade, sendo que se está a preparar um regime jurídico sobre os SIG dos Açores.       Ler mais
Ao longo do dia foram feitas várias apresentações sob o lema “Descobrir o mundo através das SIG”. Descarregar apresentações 

 

Portal dos Centros de Ciência dos Açores;

No passado dia 24 de novembro, foi apresentado o portal dos Centros de Ciências dos Açores. “Com o endereço http://centrosciencia.azores.gov.pt, o portal agrega o Observatório do Mar, na Horta (OMA), o Observatório do Ambiente, em Angra do Heroísmo (OAA), o Observatório Astronómico de Santana, na Ribeira Grande (OASA), o Observatório Vulcanológico e Geotérmico, na Lagoa (OVGA), o Observatório Microbiano, nas Furnas (OMIC) e o Expolab, na Lagoa. “   Ler mais 

 

Câmara Municipal de Aljustrel disponibiliza mapa interativo com obras que foram realizadas e as que se encontram em curso;

foto3dezembro.jpg“Esta ferramenta é um mapa digital onde é possível consultar informação georreferenciada sobre as obras que estão a cargo da autarquia alentejana, desde obras que estão já executadas às que estão a ser ainda projetadas, passando pelas que estão atualmente em execução.”    In www.i-gov.org  Ler mais 
 
Sugestões Open Source

 

Software Mirone;

foto4dezembro.jpgMirone é um programa que permite visualizar e manipular uma ampla gama de formatos de grelhas/imagens. O seu interface gráfico permite aos utilizadores manipular de forma fácil grelhas GMT por forma a produzir mapas. O programa inclui ainda uma base de dados com a distribuição geográfica da atividade vulcânica e sísmica, das fronteiras entre as placas tectónicas, a localização dos pontos quentes,das sondagens IODP/ODP/DSDP e das isócronas magnéticas.” In http://www.es-loule.edu.pt/biogeo/mirone.html     Ir para o website

 

“OSSIM (Open Source Software Image Map): Software open source para ortorrectificação  e criação de mosaicos”; 

O “Open Source Software Image Map” é um software que fornece recursos avançados de sensoriamento remoto, processamento de imagens e funções geoespaciais. Um rápido resumo da funcionalidade OSSIM inclui ortorretificação, correção de terreno de precisão, diversos modelos de sensores, mosaicos de grande capacidade e fusão cross-sensor (algoritmos que melhoram a precisão da fusão entre diferentes sensores). Além disso, o software fornece uma ampla gama de projeções/datum e uma grande variedade de dados em formatos comerciais e governamentais.” 
 

MXD2Map;

Este programa é um conversor de arquivos MXD para arquivos mapfiles que são lidos pelo MapServer.
Podem ser usados dados num documento gerado pelo software ESRI para configurar aspetos de uma aplicação webmapping com software livres, como é o caso do MapServerMais informaçõesfoto8dezembro.jpg
  
Tecnologias Espaciais

 

Parceria entre a UA e IRS no “Desenvolvimento de um Pequeno Satélite”;

O Programa de Pequenos Satélites foi iniciado em 2002 pelo Instituto de Sistemas Espaciais (IRS) da Universidade de Estugarda (Alemanha). O principal objetivo deste programa é a aplicação do conceito de miniaturização a novas tecnologias do espaço para permitir o desenvolvimento de satélites com custos significativamente mais baixos. No âmbito da edição 2011/2012 do concurso anual de "Desenvolvimento de um Pequeno Satélite" dirigido aos seus finalistas de Eng. Aeroespacial, o IRS estabeleceu o Arquipélago dos Açores como área de estudo, devido à distância geográfica e singularidade biofísica. Com o objetivo de conceberem e desenvolverem um pequeno satélite com a melhor relação possível custo-benefício, os 5 grupos de estudantes do IRS (20 finalistas no total) que estão a participar neste concurso estão sendo aconselhados cientificamente desde outubro de 2011 por cinco estudantes de Mestrado e Doutoramento da Universidade do Açores dos Departamentos de Biologia (Ponta Delgada) e Ciências Agrárias (Angra do Heroísmo), nos seguintes domínios temáticos: Cartografia de Ocupação e Uso do Solo, Ciências Costeiras, Agronomia, Biologia Marinha, Ciências Florestais e da Vegetação. Os resultados do concurso serão conhecidos no próximo mês de fevereiro de 2012.         Mais informações 

 

Tecnologia espacial promove a centralidade dos Açores; 

“Os projetos estruturantes que o Governo Regional tem executado na área da ciência e Tecnologia transformaram a ultraperiferia regional em centralidade atlântica.” In http://www.azores.gov.pt   Ler mais
 

Mariana Moreira, Jerry Cunha, Mileida Costa, João Melo e Antero Moura, alunos da EBS Santa Maria vão construir mini-satélite para a ESA;

foto7dezembro.jpgEsta equipa foi selecionada para representar Portugal, na Noruega, na final da competição CANSAT 2012, entre 22 a 24 de abril.      Ler mais

EVENTOS NACIONAIS

EVENTOS INTERNACIONAIS